Buscar
  • Patrícia G. Salvador - Jornalista

Confluência do Córrego do Facão e Ribeirão das Furnas


Antes

Esta foto mostra a confluência do Córrego do Facão e do Ribeirão das Furnas na década de 60, antes do projeto de canalização e pavimentação.

O Córrego do Facão é o de menor extensão dos ribeirões que compõem a bacia hidrográfica de Araras, em comparação ao Ribeirão das Araras e das Furnas. Tem sua nascente na região da Avenida Ângelo Franzini (Av. Limeira) e escoa nas confluência próxima ao Ginásio de Esportes. O córrego já foi utilizado no despejo da Fábrica da Nestlé e serviu até para pescaria. No entanto, o local irregular estava sendo um depósito de lixo e entulho, e hospedeiro de pernilongos que invadiam as residências daquela proximidade.

Depois

Em 1963, quando inaugurado o Lago Municipal, iniciou o projeto de canalização e retificação do contorno da cidade do lado direito iniciando-se por esta confluência do Córrego do Facão e Ribeirão das Furnas até a proximidade do cruzamento próximo ao Laboratório Zurita. Foram os mananciais do Ribeirão das Furnas que deram origem ao Lago Municipal e que abastecem a Barragem Hermínio Ometto, motivo que atualmente justifica o baixo volume de água dos ribeirões que contornam Araras.

À margem esquerda da cidade é contornada pelo Ribeirão das Araras constituindo seu

principal manancial a Barragem Tambury que contribui com 15% da água de abastecimento.

Atualmente após a pavimentação, drenagem e canalização dos ribeirões deu-se a expansão urbana, tornando Araras uma cidade contornada de belas avenidas com frondosas árvores.


280 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo